Guia de sobrevivência no carnaval de rua do Rio

Capa Carnaval

Este é um guia para você que vai passar o carnaval no Rio pela primeira vez e está perdidinho com a quantidade gigantesca de blocos de rua que existem espalhados pela cidade. Aqui vão algumas dicas de uma foliã de carteirinha 🙂

1) Os blocos fecham as ruas

Sim, o transito fica um inferno. Sim, os ônibus ficam lotados e com frequencia tem gente fantasiada e ou cantando neles. Prefira ir a pé ou de metrô. E saia cedo.

Captura de tela 2015-01-20 às 16.06.15
Fecharam a rua e colocaram um palco no meio da praça.

2) Enchem e muito.

O carnaval de rua do Rio já foi tranquilo, com blocos vazios e tal. Mas não é o caso agora. Se você achar um bloco vazio me conte. Ou melhor, não conte para ninguém e aproveite porque ano que vem já não será assim.

3) Lugar com muita gente = cuidado com as suas coisas

O Rio é (infelizmente) famoso por ser perigoso. Eu, particularmente (e felizmente(, sofri pouco com isso ao longo dos meus 25 anos morando na cidade. Mas se tem um lugar que é preciso tomar cuidado é no meio de multidão. Não tem como, né? Em qualquer lugar do mundo é assim e aqui não é diferente.

Leve a menor quantidade de coisas possível. Se tiver uma “doleira” para colocar dinheiro e celular para dentro do short, melhor ainda.

4) Você provavelmente vai ter que andar bastante…

… vista-se para isso, então. Como falei, o transito de vários ruas fecham. Os blocos andam. Você vai pular, vai dançar. Certamente, tênis é o melhor sapato para isso. Mas uma sapatilha bem presa no pé, confortável também resolve. A fantasia é linda, mas incomoda? Desita dela, adapte (coloque um short por baixo, por exemplo), mas não se conforme em ir com essa assim. Especialmente se tiver machucando. Se chegar sem fantasias, no centro da cidade vendem vários tipos, personagens, adereços, etc bem mais baratos do que em ambulante na Rua. É só pegar o metrô e sair na Estação Uruguaiana, chamamos essa região de Saara também. Uma das lojas mais famosas (e lotadas) de fantasias é a Casa Turuna (Avenida Passos, 125).

5) Faz calor.

E muito. (Já deu para perceber que o carnaval de rua no Rio é bem superlativo, né? É.)

Use protetor solar, evite os piores horários de sol, coma direito (e leve) e principalmente: beba água. Pode ser que no meio do bloco você tenha que pagar bem mais por uma garrafinha de água. Especialmente de tiverem poucos ambulantes, então beba água antes de sair de casa, antes de entrar na muvuca, depois de sair da muvuca, antes de dormir, quando acordar. Lembre-se que cerveja refresca mas não hidrata. E não esqueça protetor solar.

6) Você pode se molhar.

Carnaval arma de água
Eu e minha amiga Zi travando uma batalha policia x presa, com direito a platéia e tudo. 😛

 

Talvez esse ano com essa crise de água toda isso diminua, mas não sei. De qualquer forma fica o recado. Alguns blocos do centro da cidade em dias de muito calor contratam caminhão pipa para molhar a galera. Em Santa Teresa alguns moradores jogam água pela janela com mangueira. Os blocos da praia tem o mar, né. Fora tudo isso você deve suar. Então vá preparado para isso: biquine ou top, saco plastico envolvendo as coisas que não podem molhar, são coisas bacanas de se pensar.

7) Todo mundo brinca com todo mundo.

Isso pode ser bom, ou pode ser ruim. Depende de como você encara.

Muita gente (eu, inclusive) leva arminha de água para os blocos e enche com os ambulantes. Depois fica jogando nos amigos e até em desconhecidos. Também tem a galera que tira os outros para dançar, ou que tem fantasias “interativas”. O Lambe lambe é um dos mais famosos, eles saem nas ruas vestidos de fotógrafo antigo e vão clicando as pessoas nos blocos. Depois postam tudo nessa página. Brinque também. 🙂

Carnaval em Santa Teresa
Até o cachorro entrou na brincadeira!

 

8) Como escolher que blocos ir?

Legal, você já colocou na mala o tenis, a fantasia, o protetor solar, a “doleira”, biquine / sunga, mas me pergunta: Que blocos eu vou? Isso eu respondo neste post. Mas pode ter certeza que no Rio tem bloco de tudo quanto é jeito e vai ter um para você. 😉

 

E vocês aí, mais alguma dica de sobrevivência para o carnaval do Rio?

Comente e me conte!

 

Anúncios

3 pensamentos sobre “Guia de sobrevivência no carnaval de rua do Rio

  1. no corre-corre de procurar as coisas na bolsa, a gente pode acabar deixando cair alguma coisa importante, tipo documento, celular ou dinheiro.
    tenho uma irmã que é super sagaz com carnaval e ela me ensinou no ano passado a manha do ziploc. aquele mesmo, o saquinho de colocar comida na geladeira/microondas.
    você põe os ítens de maior valor dentro dele e, quando for precisar de algo, vai ter que abrir com calma e procurar tudo dentro dele, sem correr o risco de deixar nada cair da bolsa. e aí só lacrar. NUNCA MAIS perdi mais nada. uso também pra shows, eventos muito cheios, etc etc..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s