(forno) Cuiabá

Perguntar para mim se quero viajar é que nem perguntar para o macaco se ele quer comer banana. Minha vontade de cair na estrada é tanta e minha disponibilidade de conhecer lugares diferentes tão real, que me importa muito pouco as condições para as viagens. Acabo em lugar que muitos dizem “fim do mundo”.  Mas tudo depende do ponto de vista. 😉

Fui para Cuiabá no seguinte esquema: 3 dias de trabalho + 3 dias de folga. Pouco dinheiro e a família de um grande amigo para me hospedar em uma esticada na chapada.

A cidade de Cuiabá em si não é super turística. Inclusive muitas das recomendações que ouvi eram para ter atenção, não ficar vagando sozinha (como adoro fazer). Não obedeci muito, confesso. Mas também não tive a sensação de estar super segura. E acho que um dos motivos é que, também por causa do calor, as pessoas andam muito pouco nas ruas durante os dias, com tirando nos centros comerciais. E MANO, que CALOR! Pela primeira vez na vida senti falta de ar de calor. E olha que sou carioca.. e já fui para Manaus!

Aqui abaixo alguns dos posts que fiz no facebook com dica de restaurantes e ponto turísticos!


Vim para Cuiabá a trabalho. Isso significa muito pouco tempo para conhecer a cidade – e exatamente por isso tirei uns dias no inicio da semana que vem. Nunca tinha vindo ao Mato Grosso e minha primeira vinda não podia se resumir só a hotel + palestra….

Hoje fui seguir um conselho do blog da Ziga da Zuca e fui comer na Peixaria Popular. Comi Pintado ao molho, costela de Pacu frita, farofa de banana, arroz, pirão e salada. Bomdimais. Lá tem rodízio a R$ 60 e o “prato” (isso tudo de comida aí) a R$ 50. Não é assim tão popular né… Mas se dividir dá de boas para duas e até três pessoas.

O único problema foi voltar a pé para o hotel, 13h, no sol de Cuiabá, depois de ter comido tanto. Fácil não.

cuiabá peixe.png


Eu confesso que antes de pesquisar sobre pontos turísticos no Mato Grosso, eu nunca tinha ouvido falar no tal Centro Geodésico da América do Sul. (palavra esquisita né? se vc como eu, não ouviu falar é a meiuca do continente, calculado por Marechal Rondon em 1909)

Parece que tem dois marcos… um em Cuiabá, na frente da camara municipal, com esse obelisco aí e outro na Chapada (que parece que é o de verdade. rs.

Pode ser apenas um marco, mas acho que tem uma coisa de viajante de gostar desses marcos geográficos…

Cuiaba c geodesico


Durante os últimos três dias em Cuiabá dei aula no Palácio da Instrução. O palácio é lindo, tem uma biblioteca e parece que uma programação de cursos e oficinas.

Cuiaba palacio instrução


Um pouquinho mais de turismo em Cuiabá:

Pelo que deu para entender muito da cultura da região gira em torno dos SESCs.

No sábado fui no SESC Casa do Artesão – loja + exposição de artesanato local.

Almocei no SESC Mangaba num buffet de comida local (peixe assado com creme de banana é meu novo amor) que para quem tem carterinha do sesc é R$ 25 para comer a vontade.

E a noite fui ver show no Sesc Arsenal – que tem um teatro lindão, exposições e uma choperia com música ao vivo. Assisti o show Música Gorda, com o Henderson, cantor aqui de Cuiabá produzido pela Carolina – minha anfitriã mais do que solícita e querida!

Cuiaba sesc

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s